Todos os caminhos vão dar às Smart Cities

Num mundo cada vez mais tecnológico, a transformação das relações entre as cidades e as necessidades dos seus residentes apresentam um desafio que urge por respostas rápidas e eficientes.

Nesta crescente realidade, e um pouco por todo o mundo, desenvolveu-se o conceito de Smart Cities ou Cidades Inteligentes, que pretende revolucionar o quotidiano dos cidadãos através da implementação de soluções tecnológicas e digitais, sustentadas num quadro de governança e autonomia.

Os desafios para o setor da logística

O crescimento populacional das áreas urbanas dos últimos anos refletiu-se no aumento da procura de serviços de transporte de mercadorias. Contudo, o congestionamento das infraestruturas rodoviárias e o trânsito diário de veículos dedicados à logística, derivados de uma rápida evolução neste setor, revelam-se uma preocupação ao nível do planeamento urbano, onde o impacte ambiental pode ser alarmante: estima-se que 30% das viagens realizadas por empresas de transporte correspondem a viaturas vazias.

A minimização destas questões poderá passar pela introdução da atividade logística às caraterísticas da verdade citadina atual, cada vez mais direcionada para uma procura de um equilíbrio económico, social e ambiental, que tem como ponto de chegada o conceito integrador de Smart City.

A agenda de uma Cidade Inteligente revela-se, aqui, mais relacionável e útil do que poderia parecer inicialmente, especificamente nos seguintes aspetos:

  1. A sustentabilidade como valor absoluto desta ideia e a utilização de ferramentas digitais como meio para a sua execução, apresentam-se como fator de inovação e competitividade para o setor da logística.
  2. O comércio eletrónico apresenta-se como uma tendência em franco crescimento e deve ser vista por todos os intervenientes nesta área como uma oportunidade de alargar o seu campo de atuação e de proporcionar aos consumidores uma experiência mais eficaz e automática.
  3. A independência do utilizador significa uma necessidade de readaptar o setor a uma vertente mais digital, onde aqueles que pretendem transportar e aqueles que efetuam o transporte trabalham e gerem em conjunto, e em tempo real, todo o processo.

Uma aposta no futuro

O futuro do mundo da logística parece estar encaminhado para a criação de funcionalidades integradas que aproximam o universo online do espaço físico, e que, se bem estruturadas, podem resultar na redução de custos por parte das empresas e no aumento da qualidade da mobilidade urbana e da capacidade de resposta às diferentes necessidades dos cidadãos.

A MUB cargo é apenas um dos vários exemplos já existentes desta aproximação.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

Powered by WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: